“Eu passei a treinar Jiu-Jitsu em cima de uma filosofia de vida criada pela família Gracie que nos ensinava a viver de uma maneira saudável dentro dos princípios éticos e morais de uma sociedade.”

Os tempos de treinamento em Copacabana e na Gracie Barra foram inesquecíveis. Na academia de Copacabana os treinos eram lotados, sobre a tutela de Rolls, existia um grupo que praticamente ia na academia todos os dias, aqueles que viveram essa época nunca mais esquecerão.

Na Gracie Barra, Carlinhos Gracie soube passar exatamente essa vibração e filosofia de vida, aonde continuei meu treinamento dentro de um ambiente saudável e de amizade.

A Gracie Barra é um capítulo a parte na minha vida, foram muitos amigos feitos que fica difícil citar todos, lá eu completei meu treinamento como lutador e professor e tomei e decisão na minha vida de viver do jiu-jitsu, procurando passar a ensinar os benefícios e os valores adquiridos, através do treinamento de Jiu-Jitsu.

Hoje em dia eu vejo que tomei a decisão correta, o Jiu-Jitsu me ajudou a conquistar tudo que eu tenho profissionalmente e construir uma família.

Carlinhos tornou-se um grande amigo e meu professor, ele e seus irmãos, sempre me trataram como se fosse da família, foram bons tempos onde aprendi muito.

Não posso deixar de mencionar o privilégio de conviver diretamente com o Mestre Carlos Gracie, aonde eu tive a oportunidade aprender os conceitos de uma filosofia de vida baseada principalmente, no crescimento a na formação moral do indivíduo através do treinamento de Jiu-Jitsu.

A Gávea Jiu-Jitsu, e depois, Escola de Jiu-Jitsu Leão Teixeira cresceram em cima de toda essa experiência adquirida ao longo desses anos todos, e principalmente do apoio de muitos amigos, a todos eu dedico o meu respeito e admiração.”

Na foto abaixo (início da Gracie Barra,1985) da esq. para dir. em pé:

Crolin Gracie, Leão Teixeira, Carlos Gracie Jr., Rigan Machado, Rilion Gracie e Carlos Machado

Sentados da esq. para direita: Roger e Johnnie Machado, Paulo Negão (aluno), Renzo Gracie, Nelson

Monteiro e Jean Jacques.

Abaixo Leão Teixeira nos tempos de competição, no pódio recebendo a medalha de campeão diretamente do Mestre Carlos Gracie.

540012_10151038669802234_759288443_n